Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Exames? Que é isso?

por Miguel Gomes, em 14.03.14

   Pois é... Este ano há exames nacionais e eu estou extremamente... despreocupado! 

   É verdade, a única "coisa" com a qual me poderei preocupar é o facto de ir ou não ir para o quadro de mérito da escola. Porque eu já passei de ano a esta altura e ainda só vamos a pouco mais de meio. Ora então, se não conta para a entrada na Universidade e se eu até posso ter 2 que passo de ano na boa... Mas não quer dizer que não vou estudar. Tenho de estudar nem que seja para não parecer mal. Mas ando enferrujado do 7º  e 8º anos.

   É isso, só mais um post pequnino porque ando sem ideias para escrever :D

Autoria e outros dados (tags, etc)


Visita de estudo atribulada

por Miguel Gomes, em 09.03.14

   Na sexta feira passada tivemos um visita de estudo, e para variar, fomos a Lisboa. É que isto é impressionante... é todos os anos a Lisboa! 

   Estava planeado visitarmos de manhã o parlamento e à tarde o Porto de Lisboa, O Museu Berardo no CCB e o Mosteiro dos Jerónimos pelo milésima vez. Mas isso era o que estava planeado.

   Então, eis o que ocorreu nesta visita de estudo que irá, estranhamente, ficar na história de quem foi: primeiro ao sair do parlamento, fomos àquele jardim em frente ao Mosteiro dos Jerónimos almoçar e surgiu uma mulher vestida de negro com 3 dentes amarelos, que deitava mais gafanhotos do que os "eros" que ganhava. Essa mulher lia a sina por 1 "ero", e dizia às meninas que lhes ia "d'zer o nome do rapaz delas". E não saia dali, não podia eu comer os meus doradinhos de frango com as minhas batatas fritas de pacote para variar sem ter uma companhia indesejada. Bom, mas ela acabou por sair e pelo que soube andou por ali até lançar um praga a alguns colegas da minha escola, pelos vistos eles agora têm uma coisa qualquer na alma que os fará ter um acidente e perder a vida nesse mesmo acidente.

   Além da mulher estranha, havia uma infima quantidade de gaivotas ao pé de nós. Bom, pelo menos até me terem caído duas metades de doradinho e elas as terem comido, porque aí passou de ínfima para enorme quantidade de pássaros devoradores de peixe com espinhas. Juntaram-se então umas 20 ou 30 gaivotas a quererem a nossa comida até que, uma colega minha me deu uma chamuça. Bem, eu nunca tinha comido aquilo, não gostei, pica...; dei então às gaivotas. Má ideia. Elas desataram a jogar chamuçabol, e e que consiste este desporto? Consiste, basicamente, nas gaivotas fazerem placagens umas às outras até que uma gaivota tira um pedaço de chamuça, voar com ela para as outras nao a apanharem, depois como arde, deixa cair, para as outras apanharem, voarem e fazerem o mesmo; só se via chamuça no ar... E no fim de tudo, ainda lhes dei um restinho de bolo de chocolate que a tipa que chegou primeiro comeu-a de uma vez e ficou a fazer pirraça às outras.

   Por fim, e o mais engraçado da viagem foi, chegamos à Área de Serviço de Leiria, ainda a 2 horas de casa (indo a uma velocidade média de 100km/h), e os condutores de dois dos três autocarros que iam, incluindo o meu, passaram o limite de tempo de condução que pelos vistos eles têm, eu não sabia, e então estivemos à espera de dois condutores que vieram de perto da minha localidade, e logo, a 2 horas dali, e acabamos por chegar 2 horas depois do previsto. A sorte é que era sexta... Ah, mesmo que fosse outro dia da semana eu não ia deitar-me antes daquela hora(meia-hora). Simplesmente não consigo, ou acho que não consigo, não sei. Talvez seja mesmo VIDA LOKA. Mas depois de ter dormido cerca de 4 horas e meia, cheguei a casa perdidinho de sono como quando fumo umas ervas (nunca o fiz :P), mas enfim, fui dormir.

   E pronto, uma visita de estudo meia atribulada que, por isso mesmo, ficará, espero na minha e na memória dos que lá estavam. Bye Bye! =D

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Novidades aqui do "Gajo"

por Miguel Gomes, em 08.03.14

   Pois, é, estive sem postar nada no blog durante uns dias por uns motivos que... Ah, esqueçam, foi só mesmo preguiça. Bom, tenho novidades agora que voltei a ter pica para escrever. 

   Primeiro, vou finalmente seguir os conselhos de meio mundo e tornar-me num youtuber. É só esperar que o meu telemóvel chegue do arranjo porque ele tem boa câmara e farei o meu primeiro vídeo aqui no palco do meu quartinho (que sofreu ligeiras mudanças).

   Segundo, vou começar a ler um livro que me deram no aniversário da segunda guerra mundial: "O Rapaz do Caixote de Madeira". O que é bastante engraçado porque estamos agora a começar a dar este período da história em história. Assim vou juntando as duas coisas e acho que vai ser bastante engraçado.

   Terceiro, vou começar finalmente a ter visitantes, porque eu estou para aqui a escrever para amigos, e alguns (pouquissimos) membros da familia de amigos e amigos de amigos. Vou inscrever o meu blog no Blogômetro da aventar que é um site que basicamente dispõe de uma lista de milhares de blogs portugueses, ordenados de forma decrescente dos mais visitados diariamente, aos menos. Este site não me vai ser muito útil para já, pois ficarei nas últimas páginas desta lista online. Mas vai dar bastante jeito assim que eu começar a ganhar visitantes com outras estratégias que estou aqui a planear e a organizar.

   Por último, quero que saibam que sou MILIONÁRIO a partir de agora, pois fui o visitante 1.000.000 numa página que abriu em pop-up que tem cerca de um bilião de visitantes número 1.000.000. Bom, de qualquer maneira, está lá! Quero o meu prémio, se não vier rápido, reclamá-lo-ei.

   E é isto que eu tenho para dizer, Fui.

Autoria e outros dados (tags, etc)


NÃO TENHO MAIS TESTES ATÉ DEPOIS DO CARNAVAL

por Miguel Gomes, em 25.02.14

  Finalmente! Finalmente chegou aquela sensação de não fazer nada... É interessante como não fazer nada é uma das coisas que se gosta mais de fazer. Aquela cena de chegar a casa depois de um dia secante de aulas e sentar no sofa, ver televisão, escrever para o blog, e não fazer mais nada. Fins-de-semana de descanso chegaram. É agora, a semana para aproveitar ao máximo. Depois do carnaval, voltam os testes, mas pronto, tem de ser!!! :(

Autoria e outros dados (tags, etc)


Está a ir bem

por Miguel Gomes, em 24.02.14

    Ainda é muito pouco, e muitas delas são minhas ao editar o blog, mas sei que está a melhorar e cada vez mais pessoas aderem ao meu blog. Vejam como isto está a subir: 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Uns bebem, outros blogam

por Miguel Gomes, em 23.02.14

   É um facto que assim como os escritores, pintores, cantores exprimem sentimentos na arte que fazem, quem bloga também o faz... Expressamos a nossa opinião, apresentamos os nossos prós e os nossos contras, refilamos sozinhos publicamente, o que é um bocado estranho, mas em blogs, é possível.

   Eu quando estou a blogar sinto-me bem, sinto que estou a fazer algo que gosto. Tenho então de testar uma teoria que aqui vai na minha cabeça: quando estiver em baixo, vou blogar. Blogar para me sentir melhor? Talvez... Blogar para esquecer? Aí é que está!... Não... não vou esquecer, mas vendo bem, isto de "escrever para um blog" previne cancros a nível do figado e dos pulmões. Como? Ora, beber faz esquecer momentaneamente o que de mau se passa ou passou connosco, tudo bem. Mas depois volta... volta o sofrimento, e com ele a estúpida necessidade de beber de novo. Isto torna-se um ciclo vicioso que por vezes termina em doença, portanto, mais vale blogar para aliviar a dor, desabafar com o desconhecido, mesmo que sejam milhares de pessoas, é bom... escrever é bom. Como ia a dizer, mais vale blogar que alivia do que beber para esquecer e depois a dor voltar a atormentar a nossa "massa cinzenta".

   Outro exemplo é o tabaco, dizem que acalma. Teclar também acalma... a sério, hão-de experimentar. É uma terapia fenomenal, arrisco-me a dizer que tem tão boa ou melhor qualidade que a desmedida qualidade que a baba de caracol tem nas unhas (ou é na pele?). Voltando ao assunto, bem eu tenho mesmo a mania de falar e falar e sair do assunto, é divertido, talvez seja uma terapia também... Enfim, como ia a dizer, teclar provocará o quê? Tendinites? Grande coisa... Tendinites ou Cancro do Pulmão, qual preferes? 

   E pronto, é isso. Já desabafei o que tinha a desabafar e agora vou beber que a dor ainda não passou. Não, estou a brincar, que raio de exemplo estaria eu a... Ei! Dá cá a garrafaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

Autoria e outros dados (tags, etc)


E se...?

por Miguel Gomes, em 21.02.14

   No outro dia, já não sei a propósito de quê, pus-me a pensar  "e se as palavras "amor" e "nojo" tivessem significados trocados?". Isto é, se amor significasse nojo, e vice-versa. Se vocês estão a pensar que eu sou maluco e que puderiam passar a vida toda sem alguma vez ter pensado nisto, sim, eu sou maluco.  Bom, isto não tem qualquer interesse como já disse, mas vamos por-nos a pensar noutros exemplos de "E se...".

 

  " E se... os animais no topo da cadeia alimentar fossem os cães e os gatos, e os leões, tigres, gorilas fossem meros animais de estimação?"

 

Ok, isto seria engraçado, averiguemos algumas situações engraçadas que quase certamente aconteceriam: Tenho um cão, e ele não para de ladrar e ganir a noite toda com os cães dos vizinhos; Tenho um leão e ele não para de rugir à noite com os outros leões e não consigo dormir.

Tenho um gato que vê uma banana no cesto da fruta, tudo bem, está dentro da casca, não a come; Tenho um gorila, mal vê uma banana, descasca-a e come-a rapidamente. 

Já agora, os gorilas seriam bons "homens-a-dias" e então, talvez não seja assim tão mau termos um gorila como animal de estimação. É isso! Vou ter um gorila e chamar-lhe Bolinhas. Se tivesse um leão seria do género "Anda Jubas! Na.. Não Jubas! Pá..pára Jubas! Já te disse que as portas têm um puxador não é preciso ires contra elas ou comeres a madeira... V... Vá.... Vá tem calma jubinhas"

É, eu teria medo de acariciar este tipo de animais.

 

" E se... dentro das casas, e apenas dentro das casas não houvesse gravidade?"

 

Esta adorei logo desde que tive a ideia de a analisar. Se isto ocorresse, eu provavelmente não estaria a escrever este post neste blog porque os computadores ficariam todos no jardim ou no pátio de cada habitação. Bom para os sem-abrigo. E não me venham cá com histórias que a ciência já teria inventado máquinas para nos prender ao chão, eu aqui não quero saber de ciência. Estão a ver a vacina para a SIDA? Não, pois exatamente, faz de conta que também não nos conseguiriam prenderao chão com nenhuma máquina toda XPTO.

Continuando, como é que dormiamos no teto? Como é que comiamos no teto? Teríamos de ter treinos intensivos para nos adaptarmos como os Astronautas? É bastante estranho. Havia força de atrito dentro das casas? Calma Miguel, já estás a ir para a ciência... Mas pronto seria difícil e iriamos todos viver para debaixo da ponte, porque ai ao menos não nos arriscávamos a bater com a cabeça na sua parte inferior (por cima da água).

 

 

 

" E se... vocês comentassem mais questões de E se...?" Fico à espera!!! ;)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Crise de Decisão

por Miguel Gomes, em 19.02.14

   Estou numa indecisão relativamente ao meu futuro profissional. É que com o futuro profissional, vem o futuro pessoal atrás. É influenciado e dependente do outro. É estranho pensarmos nisto assim, mas a nossa profissão rege a nossa vida muitas vezes e muda bastante quem somos. É uma parte de nós, carateriza-nos. Por exemplo, quando alguém pergunta "Sabes aquele rapaz que casou com a outra?" "Quem? O Advogado" "Ah, sim! Sei!" E é assim para qualquer profissão ou até mesmo para nenhuma, porque ser desempregado ou reformado é um bom factor de diferenciação de uma pessoa para outra. Ou pelo menos devia ser, visto que agora já não se pode fazer assim pois existem no mínimo uns 200 "Migueis" com entre 25 - 30 anos que estão desempregados. Torna-se então difícil, ficando algo do género "Sabes o Miguel?" "Qual deles?" "O desempregado." "Qual deles?" "O de 26 anos" "Qual deles?". Então temos de investigar dados sobre a pessoa para explicarmos de qual Miguel com 26 anos desempregado estamos a falar na imensidão das pessoas assim no nosso país. É um facto bastante mau, mas é isso mesmo, é verdade, é um facto, e contra factos não há argumentos.

   Enfim, eu não sei se vou para o ano escolher a área de Humanidades ou a de Científicos. A minha parte da cabeça responsável por estas decisões está adormecida e não a consigo acordar. É pior que eu, nem com mil despertadores lá vai, mas pronto... 

   É que eu quero alguma coisa relacionada com humanidades, mas é estranho pensar que ao fim de tantos anos a ter matemática e ciências, não vou falar mais nisso, quer dizer, matemática aplicada às ciências sociais não dá trabalho, e se não dá trabalho não é matemática.

   Mas eu quando souber MESMO o que quero ser posso pensar mais nisso.É que científicos tem quase todas as disciplinas de humanidades... não sei...

   Alguém me ajude!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Preciso de Ajuda

por Miguel Gomes, em 15.02.14

Ando num daqueles momentos em que sei que devia publicar no blog mas não tenho, ao mesmo tempo, ideias nem inspiração para tal. Ajudem-me!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Vou ser poeta (ou não)

por Miguel Gomes, em 12.02.14

   Hoje a minha professora de português, uma das indiretas impulsionadoras da criação deste blog  (indiretamente porque ela foi quem, muitas vezes me disse que escrevia muito bem e que devia continuar a escrever assim, e além disso dá-me quase sempre os máximos no texto final dos testes), disse-me que eu devia escrever poesia. Isto na sequência de uma comparação estupidamente engraçada que eu executei na minha cabeça, em que achei que a palavra ósculo é semelhante ao efeito de "chupão" dos tentáculos de um polvo. O que é bastante estranho se pensarmos bem. Ósculo, para quem não sabe, é sinónimo de beijo, e então, na minha cabeça sofreu uma metamorfose e passou de um simples beijo para um chupao de lábio a lábio. Os lábios viram tentáculos de um gigante polvo e devoram os lábios do ou da parceira... ok, isto está a ficar meio esquisito. Vamos lá voltar ao que falava antes... Como é que eu reagi à indicação daquela que me ensina os advérbios e afins? Eu só disse "Asério 'stora? Um poema?!" e fiz uma cara estranha tipo aquela que as meninas de 8 anos fazem quando vêm um casal adulto aos beijos.

   Mas, no fundo, eu quero, eu só não tenho a "porcaria" que não é porcaria nenhuma, de um tema. Não sei do que hei-de escrever. Eu já estava a pensar nisso há algum tempo, mas agora tenho a confirmação, e o "empurrãozinho".

   Vou então tentar fazer alguma coisa. E é agora. Como não tenho um tema filosófico pronto, vou fazer uma espécie de nada... Quando tiver alguma coisa publico, entretanto comentem temas e dêem ideias para o meu primeiro poema. Adeus pessoal!! :D

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor


Recebe Tudo Por Email

Digita no espaço branco abaixo o teu email e recebe todas publicações do Tagarela no teu email!




Sigam no Bloglovin

Follow my blog with Bloglovin



Directorio de Blogs Portugueses Blogorama - The Blog Directory


Comentários recentes

  • Miguel Gomes

    Mara,Já te disse que estou a pensar no caso, chata...

  • Miguel Gomes

    Isso é o que tu queres... Não consegues estar numa...

  • EU

    Torna-te num youtuber! :) Adios

  • Mara

    Com o Dicaprio nao se podia esperar outra coisa! :...

  • Mara

    Eu ajudo! Vai para humanidades!

  • Miguel Gomes

    Exato. ;)

  • Anónimo

    Eu acho k vai aparecer no blog,visto k e a mascote...

  • Anónimo

    conan, bonzao, cloe. depois podes publicar o nome ...

  • Anónimo

    boris, crazy, calway

  • Anónimo

    John Cenas, Zéfalador, Tómatraca